<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Linha Sommelier

Saiba tudo antes de escolher a melhor adega climatizada

Sua primeira adega pode ser simplesmente a melhor adega climatizada se, na hora da compra, você prestar atenção a algumas coisinhas que vou detalhar mais adiante. 

O fato é que escrevi esse post pensando naquele momento crucial que todo amante do vinho vive inevitavelmente: ver a coleção crescer de tal forma que uma adega torna-se um item de necessidade básica! Quem nunca? rs

Bom, se você já chegou nessa fase de paixão pelos vinhos, deve se identificar com a situação. Um dos primeiros sinais de que, sim, você precisa de uma adega, é quando você começa a lotar a geladeira com rótulos abertos ou recém-adquiridos. Conforme você apura seu paladar para a bebida, você entende que a geladeira não é uma boa escolha para a armazenagem dos seus rótulos.

Então, você começa a perceber que vinhos guardados na geladeira perdem suas características essenciais porque, nesse ambiente, não conseguimos chegar às condições ideias para preservação dos rótulos: ausência de luz, temperatura constante posicionamento na horizontal, ausência de vibrações e muito mais.

Pense na geladeira da sua casa: quantas vezes por dia você abre a porta dela, mudando a temperatura e acionando a luz? E qual o espaço você tem para deixar os rótulos na horizontal, competindo com todos os outros mantimentos que você precisa armazenar ali? 

Sem condições, né?

Homem branco, de cablos castanhos enche sua taça de vinho enquanto diz "oh my god".

Deixar essas preciosidades que você garimpa em ambiente sem refrigeração – nem pensar também! Moramos em um país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza, mas MUITO hostil para os rótulos mais sensíveis. Clima quente e úmido e alta variação de temperaturas. Uma verdadeira catástrofe em se tratando de vinhos!

A importância da adega para o vinho

Prateleira de madeira com desenhas de rótulos de vinho.

Descartando a geladeira e o armazenamento em ambientes não-refrigerados, você vai entender que uma adega climatizada é o único ambiente capaz de garantir que você deguste a bebida em sua plenitude quando abrir um rótulo. Isso porque elas são desenvolvidas de modo a combater os principais vilões do vinho, que são a temperatura (calor e temperaturas instáveis afetam a bebida, envelhecendo-a prematuramente), iluminação (em excesso, ela altera o aroma natural do vinho e, nessa altura do campeonato, você já reconhece a importância do olfato para a apreciação do rótulo, né?), umidade (o excesso cria condições propícias para a proliferação de fungos em rolhas e em índices muito baixo as resseca) e vibração (que dificulta o processo natural de envelhecimento do vinho).

Saiba o que é fundamental na hora de escolher a melhor adega climatizada

Adegas climatizadas Art des Caves

Agora que você já não tem nem sombra de dúvida de que o lugar ideal para guardar as relíquias da sua coleção é a adega climatizada, fiz um checklist básico para você escolher a adega para chamar de sua e se preparar para os melhores brindes da sua vida! Dá uma olhada.Tenho certeza que você não vai se arrepender 😉

Sistema de refrigeração

São dois os principais tipos de sistema de refrigeração das adegas. O termoelétrico e o com compressor. Para saber tudo sobre a diferença entre eles, é só clicar aqui. Nós escrevemos um artigo inteiro só sobre as diferenças. 

Mas, é importante que você saiba que no Brasil é preciso contar com um sistema de refrigeração com compressor, que NÃO é influenciado pela temperatura externa. 

Isso porque aqui no país, além do calor, que certamente vai prejudicar os vinhos, a maioria das regiões ainda conta com uma variação muito alta entre as temperaturas máximas e mínimas. E essa variação acaba por impactar no sabor da bebida. 

Por isso, os sistemas termoelétricos, incapazes de isolar o ambiente interno da adega, não são recomendados para a nossa região. 

Capacidade de armazenamento

Quando começar a pesquisar, você verá que há diversos modelos disponíveis no mercado e que eles comportam, em média, de 14 a 230 garrafas. Então, você terá que fazer um exercício refletindo sobre o seu ritmo de consumo e aquisição; e o espaço que você tem disponível para o equipamento. Se a paixão for avassaladora mesmo, de repente você vai querer mudar de casa para ter uma adega que comporte sua coleção!

Redução do consumo de energia

Tenha em mente que a adega é mais um equipamento na sua casa que precisará de energia elétrica para funcionar, então é sempre bom verificar os recursos disponíveis nela. Alguns modelos contam com o Compressor Full Motion, que proporciona uma economia de energia de até 30% em relação ao compressor tradicional.

Segurança

Quem tem crianças em casa, geralmente fica bastante alerta a esse quesito, mas acho válido para todos. Adegas que contam com travas oferecem dois benefícios de uma só vez: além de dar acesso aos rótulos somente aos adultos, você não correrá o risco de deixar a adega aberta sem querer. É sempre importante levar esse aspecto em consideração.

Garantia, assistência técnica e reputação da marca

Ninguém quer pensar muito nisso na hora feliz de comprar uma adega, mas são quesitos importantíssimos a verificar: qual é o prazo de garantia que a fabricante oferece, se ela oferece assistência técnica em rede nacional e como fazer para acionar esses serviços? 

Pode parecer bobagem em um primeiro momento, mas vai por mim: pode evitar uma baita dor de cabeça lá na frente! Outro ponto importante é a reputação da marca da adega que você escolher. Vale pesquisar para entender se é uma empresa com tradição na fabricação de adegas e o que os consumidores falam dela.

A Internet facilitou muito a vida nesse sentido, não é mesmo? Então minha dica é: pesquise sem moderação, pois será o melhor caminho para acertar em cheio na hora de escolher sua primeira adega.

Temos muito material para você se informar ainda mais antes de comprar a adega ideal para você! Vale muito a leitura antes de comprar a primeira, viu?

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Fuja das ciladas

Mulher branca de cabelos castanhos segura uma taça de vinho na mão esquerda e sorri.

Da mesma forma que há um checklist de coisas a fazer na hora de comprar a primeira adega, também há também uma seleção de erros comuns ao comprar uma adega e eu vou falar sobre eles para você evitar essas ciladas.

Adega pequena demais

O primeiro deles é comprar uma adega pequena demais. Se você chegou ao ponto de cogitar comprar uma adega é porque sua coleção de vinhos vem crescendo rapidamente, né? A verdade é que quanto mais você se envolver com esse universo fascinante, mais rótulos você vai querer ter e, honestamente, será que você vai querer ter só seis ou oito garrafas armazenadas? Muitas vezes isso acaba sendo bem pouco, mas é o que as menores adegas do mercado comportam.

Leve em consideração que o tamanho da adega geralmente é calculado fazendo uma relação do consumo e volume de compra anual. Além disso, como bom enófilo que você está se tornando, você sabe que alguns vinhos são adquiridos para envelhecer na adega antes de apreciá-los. Isso significa que eles ocuparão espaço por um bom tempo.

A adega precisa “respirar”

O segundo deslize comum é não considerar uma margem para a adega “respirar” na hora de escolher o modelo. É importante considerar, além do tamanho da adega, um espaço extra de seis a oito centímetros nas laterais e no topo do aparelho (a não ser que você opte por uma adega de embutir ). Ah, você também precisa entender bem o seu espaço e saber como a porta da adega será aberta

Na Art des Caves, você pode escolher o lado pelo qual a porta da adega será aberta e facilitar muito o seu dia a dia!

drink

Além do preço

O terceiro erro comum é considerar apenas o preço. Acima listei vários fatores que envolvem tecnologia de ponta e isso tem um custo. Você precisa entender a dimensão desse investimento e que mesmo sendo a primeira adega, trata-se de um bem durável que deve acompanhá-lo por muitos anos. Fora isso, lembre-se de que você terá preciosidades de valor inestimável a preservar dentro da adega. O barato pode sair caro: um equipamento muito barato que falhe em qualquer aspecto de proteção pode gerar uma frustração e prejuízos em pouco tempo depois da compra.

O que levar em conta se for comprar a adega online?

Mulher branca, segurando taça de vinho na mão, aperta os teclados do seu notebook.

Para quem mora longe das lojas em que se possa ver de perto os modelos ou quem deseja fazer a compra online da adega, as recomendações, além de todas que já mencionei, são os cuidados básicos com o comércio eletrônico: muita pesquisa em sites de defesa do consumido e conferência dos dados da loja (endereço físico, telefone e e-mail para contato). Certifique-se também de que o comerciante forneça nota fiscal e tenha informações claras sobre procedimentos para reclamação, prazo para entrega e devolução do produto. Nessa hora, todo cuidado é pouco.

Adega climatizada, o xodó do decor

Ambiente estiloso decorado com uma adega climatizada Art des Caves

Talvez em um primeiro momento você não pense nisso, mas já vou avisando que a integração da adega à proposta de decoração da sua casa é um detalhe que fará toda a diferença. Todo bom amante de vinho quer expor a adega e deixá-la à vista. Por isso, além de funcional, o design dos modelos conta muito!

Fabricantes experientes e com tradição no segmento, como a Art des Caves, conseguem aliar o melhor da tecnologia ao melhor do design, e têm um portfólio bem variado com modelos para todos os gostos: compactos, coloridos ou até com aquela pegada retrô que muitos enófilos adoram.

Você verá que as possibilidades de decoração de ambientes com a sua adega são infinitas e você poderá inseri-las com discrição e elegância ou fazer delas o centro das atenções. Há ainda possibilidade de personalização. Sério, se além de vinhos, você ama design e decoração, quando começar a conhecer os modelos, você vai ficar ainda mais fascinado!

Como rechear a sua adega?

Eu diria que quando tiver sua primeira adega climatizada em casa, você vai viver talvez um dos períodos mais interessante e divertidos da sua vida escolhendo os rótulos que vão recheá-la! Eu sugiro que você leve em consideração os seus gostos pessoais, mas também pense nas visitas que receberá porque, sim, vai ser difícil resistir à tentação de fazer sucessivos “open houses” para que os amigos e familiares conheçam a adega que você escolheu para chamar de sua. É bom ter sempre um mix de espumantes, rosés, brancos e tintos mais leves e encorpados.

Depois de levar a melhor adega climatizada na sua casa, com certeza a sensação das suas degustações e brindes será muito especial. Difícil de descrever, mas eu encorajo você a tentar deixar nos nossos comentários essa sensação. Se tiver dúvidas sobre essa primeira aquisição, também estou à disposição para ajudar, viu? Acho esse momento sempre muito especial e delicioso e adoro participar 😊. Um brinde à sua primeira adega!

Escrito por Rafaela Vidigal

Rafaela Vidigal, formada em administração, integra desde 2007 a equipe da Art des Caves. Atualmente vem descobrindo os encantos do marketing. Adora cantar no carro ­(mesmo cantando muito mal), ama comer, beber bons vinhos e dar boas risadas. Acredita que toda garrafa vazia está cheia de boas histórias!

Comentários:
0