<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Linha Sommelier

6 dicas de ouro para quem ama uma boa coleção de garrafas de vinho (parte 2)

Fazer uma coleção de garrafas de vinho é a missão mais saborosa que você poderá ter na vida já que, para ter tantos rótulos, é necessário fazer diversas degustações. Com essas dicas que separamos para você, o aprendizado será ainda mais rápido e prazeroso, mas principalmente, suas experiências serão incríveis. 

Ah, e se você ainda não viu a primeira parte desse material especial, não esqueça de clicar aqui e “saborear” nossas dicas especiais. Você não vai se arrepender.   

Use sua paixão como um trampolim para novas experiências 

Todo enófilo começa a se apaixonar pela cultura, tradições e sabores dos vinhos por conta de alguma experiência inesquecível com um rótulo. A nossa dica é aproveitar essa “chama” que se acendeu e usá-la para descobrir novas experiências. 

Se um vinho português, por exemplo, te encantou muito, envolva-se nos conhecimentos sobre outros vinhos produzidos no país, pesquise mais sobre o tipo de vinho, suas características, premiações, quais outros rótulos promovem sabores próximos, etc…  

Claro que, como falamos na primeira parte das dicas, é importante estar sempre aberto a novas e inesperadas experiências com a bebida (afinal, a variedade é uma das características mais incríveis dos vinhos), Mas, ao focar em uma experiência inesquecível com um vinho, você alimentará sua paixão pela bebida e ficará mais engajado com sua coleção. 

Explore vinhos menos conhecidos 

Todo colecionador de vinhos precisa responder a seguinte pergunta: o que é mais importante para sua coleção, vinhos troféus ou novas experiências? Não há respostas certas aqui, cada pessoa precisa encontrar suas próprias verdades. 

Um comportamento comum entre aqueles que preferem vinhos mais famosos (e consequentemente caros) é a perda de parte do espírito explorador (do qual falamos um pouco no tópico anterior). Quer dizer, ao investir apenas em tendências e valores do mercado, este tipo de colecionador pode perder experiências fantásticas com novos e desconhecidos vinhos, que fizeram com que ele se apaixonasse pela bebida.

Por isso, ao se comprometer a saborear vinhos “fora do mainstream”, o colecionador se obriga a repensar o propósito da sua adega. Afinal, por que você coleciona vinhos? Pelo retorno de investimento a longo prazo ou para “armazenar experiências”? Independente da conclusão, se fazer essa pergunta é um importante passo para fazer compras mais informadas e alinhadas com seus objetivos. 

Download eBook

Seguir estudando vinhos é o caminho para o colecionador

Assim como no mercado profissional, a arte de colecionar vinhos também exige um investimento em conhecimento constante. Então, leia livros e resenhas de rótulos, conheça a história dos vinhos, prove, converse e aprenda sobre armazenagem de vinhos para mantê-los sempre prontos para serem degustados.

Aprofunde seus conhecimentos sobre vinho:

Tudo que você precisa saber sobre Vinhos Leves

Mulheres e Vinhos: conheça 10 vinicultoras por trás de grandes rótulos ⬅ 

Master Sommelier: a longa jornada para se tornar um

Se depois dessas dicas você perceber que precisa trocar sua adega, conte com a Art Des Caves. Nossas adegas unem tecnologia em climatização e diversidade de modelos para compor qualquer estilo de decoração!

Conte para nós, qual dessas dicas sobre coleção de garrafas de vinho foi a mais preciosa para você?

Escrito por Rafaela Vidigal

Rafaela Vidigal, formada em administração, integra desde 2007 a equipe da Art des Caves. Atualmente vem descobrindo os encantos do marketing. Adora cantar no carro ­(mesmo cantando muito mal), ama comer, beber bons vinhos e dar boas risadas. Acredita que toda garrafa vazia está cheia de boas histórias!

Comentários:
0