<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Linha Sommelier

O que são vinhos assemblage, de corte e blends?

Se você é apaixonado pela bebida dos deuses, certamente já ouviu falar de vinhos assemblage, vinhos de corte e blends.

Mas você sabe o que difere um de outro? Assemblage em francês, corte em português e blend em inglês, estes termos se referem aos mesmos vinhos, produzidos a partir da união de duas ou mais variedades de uvas. Leia este artigo e saiba tudo sobre este tipo de vinho.

Uma união perfeita

Uma união perfeita

O Vinho Assemblage surgiu da fusão de diferentes castas de uvas, que tem como objetivo e melhorar a qualidade do vinho, ajustando sua cor, textura, corpo e acabamento, maximizando aromas e sabores, e tornando a bebida mais equilibrada e complexa.

A uva Merlot, por exemplo, geralmente é usada para dar ao vinho um aroma mais intenso e torná-lo mais fácil de beber. Já a Cabernet Franc e a Cabernet Sauvignon são frequentemente adicionadas para dar estrutura ou concentração de taninos, tornando o vinho potente.

Criar a mistura perfeita depende da expressão de cada uva, bem como das características do ano – que influenciam na qualidade das uvas. Assim, as possibilidades de combinações que resultam em uma mistura de qualidade são infinitas.

Para você ter uma ideia, o célebre vinho francês Châteauneuf-du-Pape, produzido no Vale do Rhône, agrega nada mais que até 13 variedades de uvas, uma combinação perfeita, concentrada, potente, aromaticamente complexa, com acidez refrescante e taninos evidentes. Incrível, não acha?

Tipos de corte

Tipos de corte

Os vinhos assemblage podem ser produzidos de duas principais maneiras: com diferentes castas de uvas de uma mesma safra ou de safras diferentes. A combinação de uvas diferentes cultivadas no mesmo ano pode dar origem tanto a vinhos simples, como a união de uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, quanto a exemplares mais elaborados, como um Châteauneuf-du-Pape, acima citado.

Já a mesclagem de uvas cultivadas em diferentes anos é mais uma maneira de aprimorar as características do vinho, equilibrando taninos, aromas, sabores etc. É o que acontece com o Porto e o Champagne, por exemplo.

Os mais famosos

Os mais famosos

Conheça agora alguns dos assemblage mais conhecidos e estimados do mundo:

1. Bordalês – A austera Cabernet Sauvignon encontra a maciez da Merlot e as notas especiadas da Cabernet Franc nesta combinação que forma o famoso vinho francês de Bordeaux, com sabores e características equilibradas e marcantes.

2. Champagnes – Os espumantes mais apreciados no mundo podem ter em sua composição até três castas permitidas: Pinot Noir, Chardonnay e Pinot Meunier. Os mais encorpados são aqueles que contam com maior quantidade de Pinot Noir na composição, enquanto os mais leves e delicados são os que têm mais Chardonnay no conjunto.

3. Duriense – O delicioso corte do vinho do Porto, característico da região portuguesa do Douro, mescla as cepas Tinta Amarela (Trincadeira no Alentejo), Tinta Barroca, Tinta Roriz (Tempranillo), Tinto Cão, Touriga Franca e Touriga Nacional. A alta porcentagem da última variedade empresta requinte e elegância ao corte, que dá origem a vinhos com taninos bem estruturados, equilibrados e de bom corpo.

Agora que você conhece um pouco mais sobre os vinhos assemblage, que tal começar a experimentar alguns rótulos e aprimorar o seu conhecimento sobre esse mundo cheio de misturas e magia?

Quer saber mais sobre vinhos? Então clique aqui para conhecer as principais diferenças entre os principais tipos de vinhos e continue seguindo o nosso blog para ficar por dentro das nossas dicas!

Escrito por Bruno Hermenegildo

Bruno Hermenegildo é Sommelier International, formado pela FISAR (Federazione Italiana de Sommeliers), outorgado com o grau de Wine Master nas regiões do Piemonte e Toscana (Itália), graduado como Advanced pela Wine&Spirits (Londres) e também graduado em Gastronomia. Bruno é membro da Confraria dos Sommeliers de São Paulo, a mais concorrida confraria profissional do Brasil.

Sommelier 25
Comentários:
0