<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

Conheça as vantagens do vinagre de vinho caseiro

Publicado por Bruno Hermenegildo em 9/jun/2016 11:00:00

Conheça as vantagens do vinagre de vinho caseiro

Você sabia que é possível beber vinho e ser sustentável ao mesmo tempo? Se sobrou um pouco da bebida em uma ou mais garrafas, não jogue fora! Use essas sobras para fazer um delicioso vinagre de vinho. Continue lendo para saber as vantagens de fazer você mesmo o vinagre caseiro e você nunca mais vai ver os industrializados da mesma forma!

O que é o vinagre de vinho?

O que é o vinagre de vinho?

Para começar, é interessante conhecer o significado da palavra vinagre. Originário do francês, o temo quer dizer “vinho agre”, ou seja, azedo. Sendo assim, vinho e vinagre são primos muito distantes. Acontece que a produção do vinho ocorre por meio da fermentação alcoólica da uva sem a necessidade de oxigênio. Já o vinagre é resultado de um processo realizado por bactérias acéticas da família acetobacter, que interage com o oxigênio, originando o ácido acético.

O vinagre de vinho nada mais é do que a ação de deixar a bebida em um ponto de acidez ideal para uso na culinária.

Por que essa alternativa é econômica?

POR QUE ESSA ALTERNATIVA É ECONÔMICA?Em tempos de instabilidade financeira, a palavra economia vira lei. Sendo assim, sempre que podemos poupar gastos, não devemos hesitar. Se você fez uma reunião com os amigos e acabou sobrando aquele pouquinho que ninguém mais quer beber, junte-o com outros restos de garrafas diferentes. Vale lembrar que, para a finalidade de vinagre, o ideal é o tipo tinto ou seco. Se souber combinar um bom rótulo ao tempo certo de fermentação e oxigenação: voalá! Você terá em mãos um vinagre de qualidade, sem precisar gastar absolutamente nada.

Vinagre sustentável de vinho

Consumo consciente é a bola da vez. Logo, se você puder reciclar as garrafas e rolhas dos vinhos que tomou e ainda não desperdiçar as sobras, por que não o fazer? É uma atitude sustentável e econômica como você já viu. Sendo assim, já separe os vasilhames e mãos à obra a favor do meio ambiente!

Como fazer vinagre de vinho

como-fazer-vinagre-de-vinho.pngJá separou as garrafas de vinho com as sobras suficientes para fazer o equivalente a jarra de 1 litro? Pronto, agora adicione um pouco de vinagre, água mineral e chacoalhe. Se o seu vinagre tiver originado a chamada “mãe do vinagre” – camada viscosa e gelatinosa que pode ser originada no fundo da garrafa por conta do processo de fermentação, é melhor ainda para fazer a receita.

Além dos ingredientes comestíveis, você precisará de um pano ou gaze, elástico e muita, mas muita paciência! Depois de misturar bastante os ingredientes, a boca da garrafa precisa ser tampada com tecido e elástico. Acontece que, mesmo vedada, a superfície precisa estar em contato com o oxigênio para que ocorra a fermentação.

Procure conservar a mistura em local escuro e fresco para que nenhuma alteração de temperatura influencie no sabor. Agora é só esperar por cerca de 2 meses e pronto! Você terá o seu vinagre de vinho caseiro.

Gostou da ideia de fazer seu próprio vinagre, economizar e ainda ser parceiro do meio ambiente? Mande mais sugestões como essa e assine nosso blog. Queremos deixá-lo mais interativo para você!

Compre sua Adega Art des Caves

Categorias: Vinhos, Curiosidades

Escrito por Bruno Hermenegildo

Bruno Hermenegildo é Sommelier International, formado pela FISAR (Federazione Italiana de Sommeliers), outorgado com o grau de Wine Master nas regiões do Piemonte e Toscana (Itália), graduado como Advanced pela Wine&Spirits (Londres) e também graduado em Gastronomia. Bruno é membro da Confraria dos Sommeliers de São Paulo, a mais concorrida confraria profissional do Brasil.


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Receba nossas notícias!

Adega Climatizada Petit 14