<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

Dicas para evitar a ressaca de vinho no dia seguinte

Publicado por Bruno Hermenegildo em 23/dez/2015 18:37:41

Dicas para evitar a ressaca de vinho no dia seguinte

Com a chegada das festas de fim de ano, cresce o consumo de vinhos no Brasil. De acordo o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o último trimestre do ano concentra o maior número de vendas da bebida, graças ao Natal e Réveillon. Entretanto, se a ingestão for exagerada, é normal que o consumidor vivencie momentos indesejados no dia seguinte, como fortes dores de cabeça, enjoo, cansaço excessivo, sono e náuseas.

Muitas pessoas se perguntam se há alguma estratégia para não ter uma noite agradável arruinada por um desconforto no dia seguinte. Se você quer dicas para acabar com a ressaca pós-vinho, continue lendo!

Beber água é o primeiro passo

BEBER ÁGUA É O PRIMEIRO PASSO

Você sabia que a principal causa da ressaca é a desidratação? A sensação de boca seca após uma ingestão excessiva de vinho é um dos sintomas causados pela falta de água no organismo. Acontece que, como o álcool é um diurético, provoca excesso de urina.

Além de água, a urina expele sais minerais que são fundamentais para o bom funcionamento do corpo. Pela carência desses minerais, além da boca seca, a ressaca desencadeia dores de cabeça, no estômago e mal-estar. É muito importante, portanto, entre uma e outra taça de vinho, ingerir bastante água para manter o corpo hidratado.

Na contramão da ressaca

NA CONTRAMÃO DA RESSACASe você não quer abrir mão de um bom vinho, mas teme ultrapassar os limites e sofrer as consequências no dia seguinte, saiba que existem alguns truques para driblar a ressaca! Em primeiro lugar, se você não é acostumado com a bebida, opte por “vinhos do dia a dia”. Eles são opções mais leves e, inclusive, mais baratas. Quando você consome um vinho com teor alcoólico abaixo 13%, as chances de passar mal são menores. Por falar em leveza, os brancos pesam menos que os tintos, e os espumantes são ainda mais leves.

A ressaca pode ser ainda pior quando você mistura o consumo de vinho com outras substâncias. O cigarro, por exemplo, pode retardar o processo de desintoxicação do álcool no corpo. Por isso, evite fumar enquanto bebe e no dia seguinte à ingestão do vinho. Quando as dores de cabeça surgem durante a ressaca, muitas pessoas indicam o consumo de café amargo. Entretanto, fique atento! A bebida é diurética e pode acelerar a desidratação do corpo.

Outro fator é importante é saber que quanto menos aditivos o vinho trouxer, menos problemas você terá no dia seguinte. Por isso, fuja dos suaves, dos doces e daqueles com açúcar. Opte, portanto, pelos orgânicos, biodinâmicos e os mais naturais possível.

Você pode usar nossas dicas para prevenir os efeitos da ressaca no corpo, mas a melhor forma de evitar desconforto no dia seguinte é manter o controle nas doses! Você tem alguma história para compartilhar sobre bebedeiras de final de ano? Conte nos comentários! Para ter acesso a outras dicas sobre vinho, siga o nosso blog!

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Vinhos, Curiosidades

Escrito por Bruno Hermenegildo

Bruno Hermenegildo é Sommelier International, formado pela FISAR (Federazione Italiana de Sommeliers), outorgado com o grau de Wine Master nas regiões do Piemonte e Toscana (Itália), graduado como Advanced pela Wine&Spirits (Londres) e também graduado em Gastronomia. Bruno é membro da Confraria dos Sommeliers de São Paulo, a mais concorrida confraria profissional do Brasil.


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Receba nossas notícias!