<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

Como escolher o vinho ideal para presentear alguém?

Publicado por Bruno Hermenegildo em 24/nov/2015 10:24:09

Como escolher o vinho ideal para presentear alguém?

Se escolher o vinho ideal para você mesmo já não é tarefa fácil, presentear alguém com uma garrafa pode ser muito complicado, principalmente se você não é lá muito um connaisseur, concorda? Mesmo assim, venhamos e convenhamos que, em certas ocasiões, não tem presente melhor, e aí não dá para escapar do difícil momento de escolha do rótulo.

Por sorte, existem algumas dicas que podem te orientar nesse momento de desespero para que você acerte no alvo até mesmo se precisar escolher às cegas! Quer ver? Então pegue a lista da adega do seu mercado ou enoteca local e acompanhe-nos no post de hoje!

Equilibre a ocasião com o seu budget para escolher o vinho ideal

EQUILIBRE A OCASIÃO COM O SEU BUDGET PARA ESCOLHER O VINHO IDEAL

Levar um vinho que custa centenas de reais para um jantar descontraído pode ser tão esquisito quando embrulhar a garrafa mais barata da padaria como presente de casamento. Para não errar feio, então, o primeiro passo é definir uma faixa de preço de acordo com a importância da ocasião, certo?

Aqui, se você não tem a menor ideia de quanto deveria gastar, compare com o preço de outros tipos de presente que você poderia oferecer no lugar do vinho, assim fica mais fácil não extrapolar nem subestimar a ocasião.

Reflita sobre o que vale mais aos olhos do presenteado

reflita sobre o que vale mais aos olhos do presenteadoNão há dúvidas de que um bom vinho de produtores mais tradicionais — como França, Itália, Portugal e Espanha — é sempre uma boa pedida. Mas mesmo assim, vale refletir sobre a pessoa que você irá presentear para saber se essa seria mesmo a melhor opção.

Tem gente que valoriza mais uma safra nacional considerada excelente, enquanto outros sentem prazer em se aventurar pelos vinhos mais “exóticos” da Austrália e Califórnia, por exemplo. Um casal que se preocupa com o meio ambiente pode apreciar ainda mais um vinho orgânico, e alguém que morou fora ou tem uma afeição por outro país, com certeza, gostaria de ganhar um bom vinho de lá. Já tinha parado para pensar sobre como isso pode te ajudar a escolher o vinho ideal?

Imagine quando o vinho será aberto

IMAGINE QUANDO O VINHO SERÁ ABERTONa hora de escolher entre um vinho branco, tinto ou rosé, que deva ser bebido mais fresco ou que ainda possa ficar guardado por algum tempo na adega, vale pensar de novo na ocasião que motivou o presente.

Se for uma festa grande, em que o presenteado provavelmente ganhará outras garrafas, uma variedade que irá envelhecer bem, podendo ser apreciada dentro de alguns meses ou até anos, pode ser bem-vinda. Para isso, prefira os Gran Reserva, bons vinhos da região de Bordeaux e vinhos fortificados, como o Porto, que envelhecem bem.

Por outro lado, se houver alguma possibilidade de o vinho ser aberto no mesmo dia, pense em como está o tempo e até no que será servido. Nesse caso, leve:

  • Brancos — como Sauvignon Blanc — ou rosé jovem se estiver fazendo calor e o menu consistir de pratos mais leves;
  • tintos jovens e suaves — como Pinot Noir — se não tiver certeza do que será servido;
  • ou tintos mais encorpados — como Cabernet Sauvignon e Merlot — ou branco mais intenso — como o Gewürztramminer — se estiver no inverno.

Na dúvida, lembre-se de que o espumante é sempre um coringa e combina com qualquer comemoração!

Viu como escolher o vinho ideal para dar de presente não precisa ser tão complicado e desesperador assim? Comente contando o que escolheu e qual foi a reação da pessoa que você presenteou e continue de olho no nosso blog!

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Vinhos

Escrito por Bruno Hermenegildo

Bruno Hermenegildo é Sommelier International, formado pela FISAR (Federazione Italiana de Sommeliers), outorgado com o grau de Wine Master nas regiões do Piemonte e Toscana (Itália), graduado como Advanced pela Wine&Spirits (Londres) e também graduado em Gastronomia. Bruno é membro da Confraria dos Sommeliers de São Paulo, a mais concorrida confraria profissional do Brasil.


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Receba nossas notícias!