<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

O sistema de refrigeração das adegas elétricas

Publicado por Rafaela Vidigal em 1/out/2015 9:00:00

O sistema de refrigeração das adegas elétricas

Manter o vinho em sua temperatura ideal é o grande desejo de qualquer apreciador da bebida. A temperatura influencia demais na degustação, até mesmo aqueles vinhos mais simples podem sofrer danos em seu sabor se não armazenado em um ambiente adequado. Para isso, as adegas climatizadas cumprem papel fundamental como ferramenta de conservação dos rótulos, seus aromas e sabores, mantendo ainda as garrafas longe das temidas oscilações de temperatura ou trepidações.

Especialistas indicam manter as garrafas em ambientes com pouca ou nenhuma luz, temperatura entre 14 e 17º C constante ( vinhos tintos ), e 60% de umidade relativa do ar*, ( média ). É essa constância na temperatura que distancia as adegas climatizadas das geladeiras, que foram projetadas exclusivamente para guardar alimentos.

Mas você conhece os tipos de adegas e como funcionam seus sistemas de refrigeração?

Hoje no mercado temos as adegas Termoelétricas e as de Compressor. Confira neste post e entenda as principais diferenças entre elas.

Termoelétrica ou Compressor?

termoeletrica-ou-compressorO sistema de refrigeração é o coração da adega. As adegas termoelétricas funcionam basicamente com um sistema que absorve o calor interno por meio de uma placa de cerâmica e depois o expele, fazendo com que lá dentro a temperatura se mantenha de 10 a 12º C. São indicadas para lugares que não fazem tanto calor, pois podem não conseguir alcançar a temperatura interna ideal se a externa estiver muito elevada.

As adegas termoelétricas surgiram na Europa, onde o clima é temperado e a alta na temperatura chega em média a 25°C. Atualmente não existe fabricação deste modelo no Brasil. Por outro lado, essas adegas são extremamente silenciosas e não vibram. Outro ponto positivo é o bolso: são muito econômicas na conta de luz.

Já as adegas com sistema de compressor funcionam com um motor semelhante ao de uma geladeira, obviamente de menor tamanho e potência. Por conta disso, a temperatura se mantem estável em seu interior, independente do calor que está do lado de fora, bastante indicadas para pessoas que moram em lugares quentes. Possuem nível de ruído e consumo de energia mais elevados se comparadas às Termoelétricas. Em contrapartida Tem baixa manutenção e alta durabilidade.

Para os modelos que armazenam muitas garrafas é a mais recomendada, pois trabalham sem causar fadiga ao equipamento, que opera com um gás refrigerante bombeado dentro de um compressor. Esse gás passa pelo condensador, que por sua vez expele para o ambiente o calor do gás, que atinge temperaturas muito baixas em ciclos diferentes a cada vez, mantendo a temperatura. É por isso que mesmo com a temperatura externa alta, no interior continua baixa.

Qual é o modelo certo para mim?

qual-o-modelo-certo-para-mimSe você ainda tem dúvidas, pondere a utilização, o local onde mora, a durabilidade e a economia. As adegas Art des Caves têm uma proteção específica para quedas de energia, o que evita aqueles trancos no motor e os picos de energia que ocorrem quando os compressores comuns religam a cada ciclo ou oscilação elétrica. Outro benefício é que, por trabalhar com sistema de compressor, a temperatura interna não depende de uma temperatura externa baixa, como é o caso das Termoelétricas.

No Brasil, que possui clima tropical e onde a maior parte do tempo a temperatura fica acima de 25ºC, chegando a ficar na média em 32°C no verão, adegas com sistema de compressor protegem mais os vinhos, sendo as termoelétricas mais adequadas ao clima temperado. E então, descobriu qual é mais adequada para você e seus vinhos? Então conte para nós. Deixe seu comentário e participe da conversa!

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Adegas

Escrito por Rafaela Vidigal

Rafaela Vidigal, formada em administração, integra desde 2007 a equipe da Art des Caves. Atualmente vem descobrindo os encantos do marketing. Adora cantar no carro ­(mesmo cantando muito mal), ama comer, beber bons vinhos e dar boas risadas. Acredita que toda garrafa vazia está cheia de boas histórias!


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Receba nossas notícias!