<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

Para que serve o vinho nas receitas culinárias?

Publicado por Bruno Hermenegildo em 3/nov/2015 18:32:48

Para que serve o vinho nas receitas culinárias?

O vinho é uma das bebidas milenares que mais encantam os nossos sentidos. E nota-se que, com o passar dos anos, a bebida continua nos acompanhando em todos os momentos da história da humanidade. E além de ser ideal para ser servida em momentos especiais, o vinho também é apropriado para acompanhamentos de pratos, quer sejam simples ou mais sofisticados, funcionando como um excelente ingrediente de inúmeras receitas culinárias.

Assim, convidamos você a aprender mais essa função que os vinhos possuem, conhecer um pouco da história culinária dessa bebida, entendendo sua utilização e os efeitos gerados em uma receita com vinho. Acompanhe!

A história do vinho na culinária

A HISTÓRIA DO VINHO NA CULINÁRIA

Os vinhos estão mais relacionados à cultura ocidental judaico-cristã. A degustação da bebida estimula bem nossos sentidos. Por ser tão prazerosa, a ciência da culinária e da vinicultura estão ligadas e popularizadas, pois a combinação produzem excelentes pratos.

O que o vinho proporciona na culinária?

O vinho é um excelente artigo para a gastronomia. Seu corpo ou álcool do vinho, tipos, nível de acidez ou doçura são capazes de gerar incontáveis e tentadoras combinações que determinam a aparência, textura, aroma e sabor do prato preparado.

O vinho agrega ainda mais valor ao prato, tornando a comida bem mais sofisticada em todos os seus quesitos, gerando agradáveis efeitos para quem for saborear a produção. E fator que determina os melhores aromas, texturas e sabores dos ingredientes é o tipo de vinho utilizado.

Vinho branco

Os vinhos agregam melhor cozimento e equilibram o sabor dos ingredientes mais leves e refinados, como:

Vegetais, pescados e frutos do mar

Os vinhos brancos agregam um melhor cozimento e sabor para ingredientes como aspargos, alcachofras, dentre outros legumes e hortaliças. Por ter um bom nível de acidez, consegue-se equilibrar a tendência do sabor doce dos legumes com o amargor dos vegetais.

Esse efeito também é gerado nos pescados e frutos do mar. Eles tendem a ter um sabor mais adocicado, por isso é tão importante que na hora do cozimento seja adicionar o vinho branco para prover maior frescor nos pratos que levam esses ingredientes.

Carnes leves

Algumas carnes de frango, lombo e fillet mignon ficam bem mais saborosas quando acrescidas de vinho branco durante seu cozimento. Eles agregam equilíbrio ao prato, como nos frutos do mar, sem sobrepor nos sabores de carnes mais leves.

Vinho tinto

Os vinhos tintos são perfeitos para ingredientes intensos por serem mais encorpados para o nosso paladar. São utilizados para equilibrar os sabores e prover as melhores receitas gastronômicas em:

Carnes pesadas

Combine o tinto com ingredientes fortes como carnes bovinas, caças de pena e de pelo, miúdos, embutidos. Dado ao seu sabor vigoroso, o vinho ajuda a amenizar toda essa intensidade, deixando as carnes mais agradáveis ao nosso paladar.

Pode também combinar com as carnes pesadas ingredientes intensos, tais como o alecrim, cravo e zimbro, por exemplo.

Os filés, por exemplo, combinam divinamente com vinho tinto, pois ele ajuda na composição dos molhos. Pode-se ainda reduzir a acidez acrescentando cebola ou vegetais, equilibrando o gosto final do preparo.

Risotos

Risotos mais fortes, especialmente os feitos com linguiça, presunto cru e feijão devem ser acompanhados com um vinho tinto de qualidade. Esses risotos têm sabores marcantes e o tipo tinto de vinho não ofusca os sabores dos ingredientes dos pratos.

Use vinhos de qualidade

O casamento entre gastronomia e vinho é perfeito! Mas fique de olho nos tipos e na qualidade dos vinhos usados em suas receitas. Considere sempre a cor, o teor de açúcar, graduação alcoólica e como é armazenada a bebida.

Com certeza, após ler este texto, você terá outras ideias ao se deparar com uma boa garrafa de vinho, não é mesmo? E agora que você já sabe que vinho e gastronomia andam juntos, descubra quais pratos mais combinam com vinhos — mas dessa vez, é para tomá-los!

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Vinhos, Curiosidades

Escrito por Bruno Hermenegildo

Bruno Hermenegildo é Sommelier International, formado pela FISAR (Federazione Italiana de Sommeliers), outorgado com o grau de Wine Master nas regiões do Piemonte e Toscana (Itália), graduado como Advanced pela Wine&Spirits (Londres) e também graduado em Gastronomia. Bruno é membro da Confraria dos Sommeliers de São Paulo, a mais concorrida confraria profissional do Brasil.


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Receba nossas notícias!