<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

O que realmente muda quando o vinho está na temperatura certa?

Publicado por Rafaela Vidigal em 5/out/2017 10:00:00

O que realmente muda quando o vinho está na temperatura certa?

Você já deve ter ouvido falar que "todo vinho se torna uma experiência mais valiosa na temperatura certa", não? Pois é esse o tema que nós, da Art des Caves, temos usado em nossos anúncios. E hoje ele será assunto aqui no blog!

Antes de falarmos da importância da temperatura para garantir a qualidade do sabor do vinho, convidamos você a fazer uma experiência na sua própria casa. Escolha o vinho que mais gosta e tome uma taça dele quente, uma beeeeeem gelada e uma outra na temperatura certa (conheça quais são elas abaixo!).

A temperatura certa varia de acordo com o tipo de vinho?

Primeiramente, cada tipo de vinho tem uma temperatura ideal para ser servido. Ela pode, por exemplo, ressaltar certas nuances da bebida que não estariam presentes em temperatura ambiente.

Ao falar em temperatura certa, é importante dizer que nenhum vinho, independentemente do tipo, deve ser servido em temperatura superior a 20ºC.

Ou seja, se você mora em uma região onde a média ultrapassa essa marca evite, inclusive, conservar sua garrafa em temperatura ambiente.

Quando o vinho é armazenado a uma temperatura superior a 24ºC por mais de um mês, por exemplo, pode ocorrer o aceleramento do processo de maturação, prejudicando a evolução dos aromas/buquê.

O outro extremo (resfriar demais uma garrafa), ainda que com vinhos brancos, servidos em temperaturas mais baixas que as dos tintos, costuma esconder sabores e eliminar o perfume do vinho.

Temperatura certa de tintos e brancos

Por serem diferentes em sabor, vinhos tintos e vinhos brancos também devem ser servidos em temperaturas distintas.

O vinho branco, por possuir alto efeito refrescante, deve ser apreciado em baixas temperaturas. O ideal é que entre 6°C e 8°C, se for leve e doce; 7°C e 10°C, caso seja jovem, meio seco ou encorpado; e de 10°C a 12°C, para os encorpados.

Já os vinhos tintos, geralmente, são servidos em temperaturas mais altas. Contudo, os tipos jovens tintos, por exemplo, devem ser servidos entre 11°C e os 14°C, uma temperatura parecida com a do branco encorpado.

No caso do encorpado tinto, a média é entre 15°C e 17°C, enquanto que os de reserva encontram seu ponto ideal de 16°C a 18°C.

Sabe a experiência sugerida pelo blog, a da temperatura certa? O que achou? Notou as diferenças? Aposto que agora você conseguirá, com sucesso, servir uma garrafa de vinho em uma mesa da melhor maneira! Aproveite e conte para nós sobre ela nos comentários abaixo!

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Vinhos

Escrito por Rafaela Vidigal

Rafaela Vidigal, formada em administração, integra há 9 anos a equipe da Art des Caves. Atualmente vem descobrindo os encantos do marketing. Adora cantar no carro ­(mesmo cantando muito mal), ama comer, beber bons vinhos e dar boas risadas. Acredita que toda garrafa vazia está cheia de boas histórias!


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Receba nossas notícias!