<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

O que define um vinho licoroso?

O que define um vinho licoroso?

Também conhecidos como vinhos fortificados, os vinhos licorosos são obtidos por fermentação a partir de bagos de uvas tintas ou brancas. A vinificação do vinho licoroso assemelha-se à dos brancos, mas suas características são bem diferentes.

As uvas do vinho licoroso são colhidas e viníficadas de forma normal, porém faz-se também uma adição de aguardente vínica em sua produção.

Teor alcoólicoTEOR ALCOÓLICO

A legislação brasileira entende que o vinho licoroso é aquele com teor alcoólico natural ou adquirido de 14% a 18%, em volume.

Em sua produção, é permitido o uso de álcool etílico potável de origem agrícola, mosto concentrado, carameloe mistela simples. No caso dos vinhos do Porto, por exemplo, o alto teor alcoólico é proveniente da adição de álcool vínico.

Já a sua fermentação pode parar espontaneamente ou ser parada, com a adição de dióxido de enxofre ao vinho.

O vinho licoroso pode ser classificado como seco, quando o teor de glicose é de até 20 gramas por litro, ou doce, com valores acima disso.

Tipos de vinho licoroso
TIPOS DE VINHO LICOROSO

Porto
  1. Porto: este vinho licoroso tem seu processo fermentativo interrompido por meio da alcoolização do mosto em fermentação. Elaborado na região do Alto Douro, é levado a Vila Nova de Gaia, onde completa seu envelhecimento e é engarrafado.



  • JerezJerez: vinho exclusivamente branco, produzido no sul da Espanha, na cidade de Jerez. Sua diferenciação se dá pelo processo de pré “passificação”, uma desidratação, com variações posteriores que lhe dão características únicas.

 

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Comentários:
0