<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

8 incríveis construções de vinícolas pelo mundo

Publicado por Rafaela Vidigal em 17/ago/2016 15:00:00

8 incríveis construções de vinícolas pelo mundo

Seja aqui ou do outro lado mundo, em quase todos os cantos há opções interessantes de vinícolas que permitem uma visitação com direito a passar pelas videiras, conhecer os processos de produção dos vinhos e, ainda provar bons vinhos apreciando paisagens incríveis.

Por falar em paisagens, não é de agora que a arquitetura e o vinho se complementam. Mas está cada vez mais comum os produtores convidarem arquitetos bem famosos e respeitados para projetar suas instalações como: armazéns, fábricas, centros de visitação e degustação.

Descubra a seguir as oito mais incríveis construções de vinícolas pelo mundo, algumas delas milenares e responsáveis pela produção dos melhores vinhos do mundo. E tem vinícola brasileira na lista!

Marqués de Riscal (Espanha – Rioja)

MARQUÉS DE RISCAL (ESPANHA – RIOJA)

A cidade encantada de Marqués de Riscal é uma das primeiras vinícolas de Rioja, muito conhecida como a “Disneylândia do vinho”.

A arquitetura, que tem causado frisson, é assinada por Frank Gehry, que também projetou o Museu Guggenheim de Bilbao. A ousadia pode ser vista nas diversas cores, formas, dimensões e texturas que se misturam em uma explosão visual capaz de hipnotizar.

Ysios (Espanha – Rioja)

YSIOS (ESPANHA – RIOJA)

Ainda na região de Rioja, na Espanha, está outra espetacular vinícola, que leva a assinatura de Santiago Calatrava, responsável pelo projeto da nova estação World Trace Center Transportation Hub, na cidade de Nova Iorque.

Mesmo de longe já é possível notar a genialidade arquitetônica, com formato de construção que lembra os rochedos da região, porém tendo sido lapidados com precisão pela mão humana.

Barone Ricasoli – Castello di Brolio (Toscana – Itália)

BARONE RICASOLI – CASTELLO DI BROLIO (TOSCANA – ITÁLIA)

Isso é mesmo uma vinícola ou um Castelo na Toscana? Esse vai ser o seu primeiro questionamento, após passar a inicial sensação de deslumbre.

A família Ricasoli está ligada de forma bem intima à história do vinho na Itália, pois produz vinhos desde a aquisição deste legendário Castello de Brolio, em 1141. Isso faz dela a quarta vinícola mais antiga em atividade em todo o mundo e a mais antiga da Itália.

No tour clássico de visitação, é possível fazer uma visita guiada por dentro do Castello di Brolio e, claro, na área (super moderna) de produção dos vinhos, terminando a vista com uma degustação.

Château Cheval Blanc (França – Bordeaux)

CHÂTEAU CHEVAL BLANC (FRANÇA – BORDEAUX)

Na mais recente reforma do Château Cheval Blanc, o arquiteto Christian de Portzamparc foi o escolhido para dar um ar mais moderno para a vinícola que possui uma vasta história e uma inquestionável estatura.

Passou a ser conhecida como "a vinícola sob a colina" por causa da implantação de um edifício, que evidência o suave relevo ao seu redor. A construção tem formas onduladas e que passam a impressão dar continuidade às curvas do solo e ao desenho das esplanadas.

Château de Goulaine (Loire – França)

CHÂTEAU DE GOULAINE (LOIRE – FRANÇA)

Fundada no ano 1000, pelos marqueses de Goulaine, o Château de Goulaine é uma das vinícolas mais antigas em atividade e continua nas mãos da mesma família.

A adega, localizada no Vale do Loire, foi responsável pela rápida dominação que a França e os arredores da vinícola tiveram no mercado mundial de vinho.

Petra (Itália – Toscana)

PETRA (ITÁLIA – TOSCANA)

No coração de Val di Cornia, Petra foi projetada pelo arquiteto Mario Botta, que deixou algumas características do San Francisco Museum of Modern Art, projeto que também tem sua assinatura.

O deslumbrante projeto arquitetônico foi construído em uma encosta para simbolizar a ligação entre a terra sagrada e as parreiras. Dali saem vinhos de alta qualidade, que vêm obtendo altas notas em degustações internacionais.

Schloss Johannisberg (Rheingau – Alemanha)

SCHLOSS JOHANNISBERG (RHEINGAU – ALEMANHA)

A região de Rheingau é produtora de vinho desde a Alta Idade Média, quando as primeiras mudas foram levadas pelos romanos, já no fim do Império. Apesar disso, ela só se desenvolveu mesmo no período da dinastia de Carlos Magnus.

Desde o século XVIII, a vinícola de Schloss Johannisberg passou a ser ocupada somente videiras da uva Riesling, fazendo com que ela se tornasse o primeiro vinhedo do mundo a cultivar exclusivamente essa cepa.

Luiz argenta (Rio Grande do Sul – Brasil)

LUIZ ARGENTA (RIO GRANDE DO SUL – BRASIL)

Localizada na cidade que detém o titulo de ter a maior produção de vinhos do Brasil, Flores da Cunha, a vinícola de Luiz Argenta é a mais moderna vinícola do país, com uma beleza e visual deslumbrante que encanta.

O audacioso projeto arquitetônico foi estudado nos mínimos detalhes pela habilidosa arquiteta Vanja Hertcert e possui uma tecnologia singular que aplica as mais avançadas técnicas para produção de vinhos e espumantes.

O que você achou das vinícolas que apresentamos no artigo? Você conhece outras construções maravilhosas como essas? Não deixe de compartilhar o texto nas suas redes sociais!

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Vinhos, Curiosidades

Escrito por Rafaela Vidigal

Rafaela Vidigal, formada em administração, integra há 9 anos a equipe da Art des Caves. Atualmente vem descobrindo os encantos do marketing. Adora cantar no carro ­(mesmo cantando muito mal), ama comer, beber bons vinhos e dar boas risadas. Acredita que toda garrafa vazia está cheia de boas histórias!


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Receba nossas notícias!