<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

As mudanças de hábito no consumo de vinho no Brasil e no mundo

Publicado por Rafaela Vidigal em 21/dez/2016 9:30:00

As mudanças de hábito no consumo de vinho no Brasil e no mundo

Normalmente, o senso comum diz que o vinho é uma bebida que remete a momentos mais sofisticados e tranquilos, e que normalmente é degustado por pessoas mais velhas. Enquanto, a cerveja é a bebida que remete a momentos agitados e descontraídos, e consequentemente a uma faixa etária mais jovem.

Atualmente esse pré-conceito está errado, pois as bebidas combinam com o que cada consumidor desejar, independente de ocasião e da idade. Se você preferir tomar um vinho no bar com os seus amigos ou quando assiste ao futebol na TV, pode ter certeza que também será uma boa pedida.

Para comprovar essa mudança de hábito na degustação do vinho, nada melhor do que a afirmação de Jean-Marie Aurand, diretor geral da Organização Mundial de Vinha e do Vinho: “Antes, na geração dos nossos pais, o vinho era parte da alimentação, consumido todos os dias junto com as refeições. Agora, para os jovens, o consumo do vinho está mais associado ao lazer, festividades, ao consumo ocasional.”

Consumo de vinhos no Brasil

CONSUMO DE VINHOS NO BRASIL

No Brasil, onde a preferência nacional é a cerveja, o consumo de vinho tem aumentado significativamente. Na pesquisa - realizada pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) -, comprovou que no ano de 2015 o consumo de vinho aumentou em 4,6%.

A vinicultura pode ser considerada nova quando comparada a outros países, mas tem se fortalecido e gerado crescimento econômico e trabalhos no Brasil.

Os jovens e os vinhos

OS JOVENS E OS VINHOSComo foi dito no início, é comum associar o vinho a pessoas mais velhas, porém o consumo da bebida entre jovens cresce cada vez mais.

A Wine Market Council realizou uma pesquisa nos Estados Unidos e descobriu um fato muito interessante: os adultos entre 21 e 38 anos, chamados de millennials é atualmente a geração que mais bebeu vinho no país. No total da produção de vinho, 42% foram consumidos por essa faixa etária.

Um dos fatores para esse consumo é por ser uma bebida mais saudável. Hoje, a saúde tem se tornado prioridade para os jovens, que preferem alimentos funcionais e que evitem doenças futuras.

Muitos médicos recomendam uma taça por dia, já que o vinho combate o colesterol ruim, diminui a pressão arterial, diminui riscos cardíacos, entre outros benefícios. Falamos mais sobre isso no artigo Por que o vinho faz bem a saúde?

Além disso, outro motivo para o consumo de vinhos pelos jovens é o preço. Em lojas especializadas e mercados, a variedade de preço é grande. Existem boas opções de vinhos com valores mais acessíveis, sem ficar a desejar para alguns com preço alto. Uma dica de amigo, para você aproveitar descontos imperdíveis de vinhos selecionados por nossos especialistas, é você participar gratuitamente do "Clube dos Amigos - Art Des Caves".

A sociedade muda, novos hábitos surgem, e o vinho acompanha essas transformações. No próximo ano, esperamos que o consumo de vinho no nosso país seja maior, quem sabe um dia ele se torne a preferência nacional...

Registre nos comentários, se você consome vinhos em ocasiões sofisticadas ou sempre que tem a oportunidade de apreciar um bom vinho. Tim Tim.

Comprar Adega de Vinho: tudo o que você precisa saber

Categorias: Vinhos

Escrito por Rafaela Vidigal

Rafaela Vidigal, formada em administração, integra desde 2007 a equipe da Art des Caves. Atualmente vem descobrindo os encantos do marketing. Adora cantar no carro ­(mesmo cantando muito mal), ama comer, beber bons vinhos e dar boas risadas. Acredita que toda garrafa vazia está cheia de boas histórias!


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Receba nossas notícias!