<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=184990051839905&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Top of Mind no Brasil em Adegas e Climatização

5 melhores pratos para acompanhar um bom vinho

Publicado por Bruno Hermenegildo em 14/jul/2015 18:22:00

5-melhores-pratos-para-acompanhar-um-bom-vinho

Um bom jantar, com amigos à mesa, não se faz só com pratos bem elaborados e comida gostosa. Para que seja um momento especial, nada melhor do que servir um bom vinho, que harmonize com o cardápio e faça daquele momento algo a ser celebrado.

O mercado de vinhos no Brasil experimenta um bom momento atualmente. Os rótulos internacionais cresceram 12,5% em 2014 na comparação com o ano anterior. E isso democratizou a bebida e trouxe para o país oportunidades para quem gosta e quer conhecer mais sobre o vinho. Leia mais no texto sobre as melhores vinícolas nacionais.

Por isso, é importante saber que o vinho não combina com todos os tipos de alimentos e quais são as melhores harmonizações de acordo com o cardápio que você escolhe. Confira os 5 melhores pratos para acompanhar um bom vinho!

O que não combina com vinho

o-que-nao-combina-com-vinhoO tema divide os especialistas, mas em alguns pontos há certa convergência. Por exemplo: alimentos com temperos acentuados, como curry e dendê, não têm boa harmonização com o vinho. A feijoada, nosso prato típico, apesar de poucos fazerem harmoniza perfeitamente com alguns tipos de vinhos tintos.

A comida japonesa é, talvez, o ponto de maior discussão. Por causa dos temperos fortes, como shoyu e wasabi, é difícil encontrar um vinho que harmonize bem. Mas alguns especialistas indicam alternativas para acompanhar uma refeição tipicamente japonesa. Prefira vinhos brancos ácidos e leves, rosés e espumantes, que são mais delicados e combinam bem com os peixes crus.

Agora, se a refeição tiver pratos quentes, como yakisoba e yakitori (grelhados no espeto), você pode optar por um tinto Pinot Noir, um vinho leve e de sabor sutil.

Feitas essas restrições, você pode saborear um bom vinho com praticamente qualquer tipo de alimento. Na entrada, opte por um vinho branco ou um Espumante.

Já para as refeições, cada prato vai bem com um tipo de vinho. Confira as dicas:

Dicas de harmonizações para carnes

PPara as carnes brancas grelhadas ou acompanhadas de um molho leve, a dica é servir um branco seco ou tinto jovem (consumidos, em média, três a quatro anosdepois da safra). Uma boa opção é o branco seco Casa Lapostolle Chardonnay. Sea carne for vermelha, pode aumentar o peso e servir um bom vinho tinto médio corpo ou encorpado. Opte pelo Malco Carménère Reserva

Mas se as carnes brancas forem servidas com molhos mais fortes, então aposte apenas no tinto, que deve ser maduro (dez anos, em média, depois da safra), como Pinna Fidelis Crianza. A sugestão vale também se a carne for vermelha.

Os vinhos que combinam com peixes

os-vinhos-que-combinam-com-peixesOs grelhados com molho leve devem ser servidos acompanhados de um espumante brut ou branco seco frutado jovemUma excelente opção é o Santa Julia Brut. Já os peixes servidos com molho mais forte vão bem com vinho branco maduro ou um tinto jovem. 

Peixes de sabor mais acentuado, como bacalhau, salmão e atum harmonizam comum tinto jovem ou branco maduro. Escolha o Pinna Fidelis Verdejo.

Harmonizando massas e vinhos

harmonizando-massas-e-vinhosSe você for servir uma massa com molho leve ou branco, leve à mesa um vinho branco maduro como o Catena Chardonnay. Como outra opção, um tinto jovem.

Agora, se a massa estiver servida com molho vermelho ou condimentado, a dica é escolher um tinto maduro ou com alta acidez. Opte pelo Vina Maipo Gran Devocion Carbenet Sauvignon – Syra.

A hora da sobremesa

Para acompanhar a última parte da refeição, opte por branco doce, um fortificado ou espumante doce. Escolha o Tierruca Late Harvest Viognier. Se quiser completar o encontro com um digestivo, opte por destilados de uva, como Cognac, Armagnac, Bagaceira ou Grappa.

Confira outras regras de ouro para combinar vinhos com pratos, sejam eles tintos, brancos ou rosés.

Você ainda tem alguma dúvida sobre a harmonização dos pratos com vinho? Deixe seu comentário!

Compre sua Adega Art des Caves

Categorias: Harmonização

Escrito por Bruno Hermenegildo

Bruno Hermenegildo é Sommelier International, formado pela FISAR (Federazione Italiana de Sommeliers), outorgado com o grau de Wine Master nas regiões do Piemonte e Toscana (Itália), graduado como Advanced pela Wine&Spirits (Londres) e também graduado em Gastronomia. Bruno é membro da Confraria dos Sommeliers de São Paulo, a mais concorrida confraria profissional do Brasil.


Tabela Comparativa de Adegas Art des Caves

Últimas notícias

Adega Climatizada Petit 14

Receba nossas notícias!